Páginas

SOBRE

O projeto Brasil sem Frestas nasceu em setembro de 2009 em Passo Fundo no Rio Grande do Sul, a partir de uma preocupação da química Maria Luisa Camozzato. Em uma noite chuvosa e de muita tempestade, Maria Luisa preocupou-se com a situação das famílias em vulnerabilidade social. Em Passo Fundo, assim como em diversas outras cidades, inúmeras famílias não possuem condições nem mesmo de comprar a cesta básica para se alimentarem, que dirá comprar material para reformarem suas casas. Até então, essas famílias dependiam do poder público e de doações da comunidade para tornarem seus lares mais confortáveis, um processo lento. 

Maria Luísa se deu conta do risco que essas famílias corriam, ao conviverem diariamente com o frio e a umidade em seus lares. Naquela noite o sono da química foi substituído pela preocupação em encontrar uma solução à curto prazo que mudasse a realidade dessas pessoas. Ainda naquela noite, ela encontrou a solução: conhecedora do efeito de isolante térmico das embalagens tetra pak, Maria achou nas embalagens a possibilidade de melhorar a condição de moradia de pessoas que têm suas casas forradas de frestas e buracos. 

A solução já tinha sido encontrada, porém sozinha, Maria Luísa, sabia que não daria conta. Era preciso de pessoas que ajudasse a arrecadas as caixas, cortar, colar e aplicar. Um grupo foi montado com a participação de voluntários que se engajaram na ideia da química e partiram para os primeiros testes. Estava criado, e já batizado, o "Brasil sem Frestas"

O grupo do “Brasil sem frestas” faz o trabalho de confecção e aplicação das chapas térmicas de caixas de leite com três objetivos: melhorar a saúde pública, retirar do meio ambiente um produto de alta durabilidade e fazer reciclagem direta. E a principal meta é levar saúde para as pessoas por meio do aumento do conforto térmico. O projeto visa ao conforto, pois reveste termicamente as paredes com frestas, para evitar a entrada de frio, chuva e calor.

35 comentários:

  1. Olá, muito bonito esse projeto. Gostaria que me esclarecesse um dúvida: Como faz para fixar o forro no telhado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zizih!
      Vc pode colocar as placas grampeadas na própria madeira que são fixadas as placas de brasilit.No entanto o ideal para um isolamento eficiente estas madeiras deveriam estar distanciadas a 50 cm uma da outra.neste caso é só colocar pedaços de madeira ( podem ser até ripas pertencentes ao estrado de colchões) entre estas ripas.E então grampear com grampeador de estofador.Coloco-me á disposição maria luisa camozzato

      Excluir
  2. Moro em Porto Alegre e gostaria de saber se há instituições aqui onde eu possa entregar as caixinhas.
    Fico no aguardo,
    Obrigada.
    Melissa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mel! Infelizmente ainda não existe um grupo de voluntários atuando em Poa, mas nos colocamos à disposição caso queiram formar um grupo por aí.Abraços Maria Luisa Camozzato

      Excluir
    2. Olá, Maria Luísa Camozzato! Eu estou à disposição de formar um grupo voluntário aqui na minha cidade, em Pelotas. Só preciso da orientação de vocês. Por favor, entrem em contato. ❤

      Excluir
  3. quais posto de coleta em Porto Alegre ou em Alvorada

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, gostaria de saber onde posso realizar a doação de caixas de leite?

    ResponderExcluir
  5. Olá, me chamo Sara Bodnar e moro em Curitiba, gostaria de saber se o Brasil sem frestas possui alguma ação aqui na região de Curitiba- PR. Achei super interessante o projeto e gostaria de poder cooperar de alguma forma!
    Grata!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia! Parabéns pelo seu trabalho, quero muito implantar isto aqui em Curitiba, minha dúvida é como chegar até a estas famílias, será que batendo de porta em porta? No passado fazia uma ação e levava leite em pó, bolachas e brinquedos para crianças, mas numa destas ações fui hostilizada por pessoas da comunidade, pois eu só conseguia ajudar algumas famílias e as casas mais próximas se sentiam excluídas, por fim desisti do projeto por medo.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de saber se podemos propor esta ideia a outras comunidades.
    Adorei a proposta de ajuda com as embalagens, inclusive estou agendando para dia 27-08-2016 uma reunião na igreja de uma comunidade carente próxima a escola em que trabalho para apresentar esta proposta.
    Estou pensando em envolver os catadores de reciclável do local para que possam inicialmente fazerem pra si esta atividade e posteriormente estender aos outros. O grêmio escolar foi convidado a participar.
    Estou maravilhada com a extensão deste projeto.....mil bênçãos.
    Se for necessário alguma comunicação a vcs gostaria de um retorno, meu email é hfuhrken@ibest.com.br
    obrigada

    ResponderExcluir
  8. Olá, parabéns pelo trabalho.Como posso participar com mão de obra em Passo Fundo?Obrigado.

    ResponderExcluir
  9. A entrega feita à comunidade da Ilha da Pintada foi feita por qual grupo? penso em participar .. voces podem passar o contato? grata Valéria

    ResponderExcluir
  10. Olá, descobre o blog através de uma reportagem na revista Seleções, a qual sou assinante e achei bem interessante. Parabens pelo projeto e, vi na reportagem que teria um grupo de voluntários que foi treinado em minha cidade Novo Hamburgo/RS. gostaria de poder ter uma forma de contato com esse grupo para ajudar, doando embalagens de leite, pois usamos muito lá em casa e eu gosto de reciclar, para o bem da natureza e, se puder aliar isso à solidariedade, melhor ainda. Atualmente estou trocando por desconto na conta de eneria elétrica, em um programa da AES Sul, más se eu puder doar, seria muito melhor. Aguardo retorno. Obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde, me chamo Vanessa e achei muito interessante esse projeto, gostaria de saber mais informações sobre ele, como quais os locais de coleta para doação das caixas de leite em Porto Alegre, tenho muito interesse em poder ajudar e também conheço pessoas que apoiam esse ideia. Juntos somos mais fortes! Aguardo retorno. Obrigada.

    ResponderExcluir
  12. Meu nome é Ivete e participo da "Fraternidade Marista Família de Nazaré". Nós fraternos estamos dispostos a desenvolver o projeto aqui em Cascavel - PR. Já começamos a arrecadação das embalagens. Gostaríamos de saber se podemos contar com as orientações de vocês que são experientes no assunto, para darmos continuidade ao nosso projeto. Qual o melhor meio de comunicação que utilizaremos: @mail, whatsapp...?
    Aguardo pronunciamento. Obrigada.

    ResponderExcluir
  13. Tenho caixas para doação como faço 999752124

    ResponderExcluir
  14. Temos mais um saco de lixo cheio de embalagens limpas para uso. Já levei anteriormente na Av. Paraná em POA mas agora dizem que não é mais lá. Onde devo levar ou para onde mandar ? Urgente por favor. Meu mail paulo.steinbcb@gmail.com wats 51 991210095

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde !! Recolhi algumas caixas de leite durante alguns meses e gostaria de fazer a doação para a ONG! Onde posso fazer a entrega ? Sou de Passo Fundo/RS
    Abraços
    Gracieli

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde, temos uma boa quantidade de caixas para doar, como proceder??

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde,

    Possuo uma quantidade razoável de caixas para doar. O endereço da rua Paraná 2435 não faz mais a coleta. Poderias disponibilizar um contato? Levo até o local.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Felippe por acaso tu conseguiu algum retorno sobre onde levar as caixinhas de leite?

      Excluir
  18. Isto mesmo Felippe Cabral... este endereço da Paraná 2435 não faz mais a coleta. Estive lá hj de manhã e me mandaram entrar no site p/ ver o endereço p/ entrega. Não achei aqui no site endereço algum. Estou c/ o porta-malas do carro cheio de cxs de leite. Infelizmente, se não achar endereço p/ entrega, vou descartá-las.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  19. Favor informarem qual o endereço atual para entregarmos as caixas (lavadas,secas e acondicionadas) em Porto Alegre. Meu e-mail é sperb@portoweb.com.br.
    Obrigado,
    Sperb

    ResponderExcluir
  20. Bom dia!
    Tenho uma grande quantidade de caixas para doar, mas não encontro o contato e/ou endereço para entrega-las em Porto Alegre.
    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  21. Olá, eu sou a ingryd tenho 16 anos, e eu gostaria muito de fazer doações de caixa de leite, aqui em casa conseguimos guardar muitas, e eu gostaria de saber o endereço! Qualquer coisa me chame no whatsaap 011 957984016, obrigada e espero ajudar sempre mais!

    ResponderExcluir
  22. Olá. Gostaria de saber se caixa de suco também podem ser usados?

    ResponderExcluir
  23. Olá! Fiquei interessada no projeto. Em primeiro lugar gostaria de doar caixas de leite. Como faço? E depois, gostaria de saber como posso pensar em montar esse projeto em SP. O que é necessário?
    Sílvia 11 9 9133 6915

    ResponderExcluir
  24. Em São Paulo tem algum local pra levar doação de caixinhas?

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde! Gostaria de mais informações a respeito deste projeto. Penso em desenvolvê-lo em Joinville - SC. Devo prestar contas para algum coordenador do blog/projeto? O que é necessário para começar?

    ResponderExcluir
  27. Boa tarde eu vi a reportagem de vocês ano passado sobre a utilização de caixa de leites em paredes de casa aqui em porto alegre. Gostaria de saber onde tem ponto aqui pra entregar as caixinhas estou com um porta mola cheio de caixinhas... 51 999258480 whatsapp Rodrigo

    ResponderExcluir
  28. Pessoal vi essa reportagem no G1, talvez possa ajudar quem quer fazer doações em porto alegre...
    http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/07/caixas-de-leite-ajudam-aquecer-casas-de-familias-no-inverno-no-rs.html

    ResponderExcluir
  29. Bom dia. Qual o local para doação em Curitiba? Obrigado. Marcos.

    ResponderExcluir
  30. Gostaria de saber como posso doar para o projeto, moro no Rio de Janeiro.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  31. BOM DIA !! Parabéns pelo projeto , moro em Ribeirão Preto interior de São Paulo, porem uma cidade muito quente, onde causa o mesmo desconforto , gostaria de saber se posso contar com as orientações de vocês para desenvolver o projeto aqui na cidade, fico no aguardo, meu whats 16-99312-0101

    ResponderExcluir